1. Endomarketing nas empresas: uma nova prática do RH estratégico
  2. O que é turnover: guia completo para reduzir a rotatividade
  3. Produtividade no trabalho: 9 dicas para produzir mais e melhor
  4. Atração e Retenção de Talentos: descubra como se destacar!
  5. Engajamento de equipes: como manter os colaboradores motivados?
  6. Indicadores de RH: o segredo para tornar seu RH estratégico
  7. [Case de Sucesso] De candidato a Head de CS e Recrutador
  8. Avaliação de desempenho por competências: faça ou perca talentos!
  9. Como analisar um currículo para sempre acertar nas contratações?
  10. Experiência do candidato: saiba como nunca mais perder talentos!
  11. Soft skills e Hard skills: você sabe qual é mais importante?
  12. Bem estar no trabalho: seus colaboradores estão MESMO felizes?
  13. ETALENT: 4 dicas para automatizar a operação e ter um DP estratégico
  14. RH estratégico: a tendência de mercado que você precisa conhecer
  15. Benefícios Trabalhistas válidos para o final do ano: quais são?
  16. Mau Recrutamento: conheça suas principais consequências
  17. HR Insights apresenta: Mark Roberge
  18. Contratar em marketing digital: como saber se um candidato tenta enrolar?
  19. Melhores estratégias de recrutamento e seleção
  20. Por que as pessoas trabalham?
  21. Produtividade na Empresa: o impacto da qualidade de vida dos funcionários
  22. Business partner: o que é e como você pode se preparar para assumir essa posição
  23. Recrutamento e Seleção: o que é? Do básico ao avançado
  24. Conteúdo prático e de alto nível para RHs que não se contentam em ser operacionais
  25. RH estratégico: fazendo sua carreira decolar!
  26. Porque o RH deve parar de responder ao CFO em 2019
  27. 7 sinais de que a sua empresa não faz os funcionários se sentirem valorizados
  28. Um guia de sustentabilidade para RHs que querem ser protagonistas no tema – Por Ricardo Voltolini
  29. Outplacement: o que é e como conduzir da melhor forma?
  30. Panorama de RH no Brasil busca gerar novas percepções para profissionais da área
  31. Empresas de headhunters: ajudam no recrutamento e…
  32. Seleção de pessoal: o que é, objetivos e diferença entre recrutamento
  33. Técnicas de Recrutamento e Seleção: como recrutar e selecionar no mercado de 2019?
  34. Como um plano de carreira pode motivar a sua equipe?
  35. Técnicas para uma boa gestão de pessoal: 7 dicas para uma gestão de sucesso
  36. Salário emocional: como motivar funcionários através da remuneração?
  37. Inteligência de mercado – saiba o que é e como identificar em um candidato
  38. Engajamento e colaboração na empresa
  39. [Vídeo] People.Tech – Gestão e Cultura Organizacional
  40. Recrutamento — o terceiro atributo crucial de uma startup
  41. Recrutamento em vendas e marketing: por que decidimos focar neles?
  42. Gestão de Pessoas: seis processos para você conhecer
  43. 6 Insights de profissionais que estão moldando um novo cenário de RH
  44. One to One
  45. Indicadores de recrutamento e seleção
  46. Curso soft skills
  47. People.Tech: Aquisição e Desenvolvimento de Talentos
  48. Ferramentas para RH gratuitas
  49. Como Identificar Talentos
  50. Recrutamento Online: o que é e vantagens
  51. Recrutamento e seleção de talentos: como conseguir os melhores?
  52. Redes sociais no recrutamento: como procurar ótimos profissionais online [Guest Post]
  53. Recrutamento externo: descubra suas vantagens e desvantagens!
  54. Tipos de Recrutamento: Interno, externo, misto ou online?
  55. Seleção por competências: O que é, benefícios e como fazer
  56. Recrutamento e seleção em quatro passos: Como funciona a área de Operações da TalentBrand (e porque ela é fundamental para os resultados)
  57. Feedback no processo seletivo: qual é a importância?
  58. Job description: passo a passo para elaborar
  59. Consultoria de RH – O que é e quais tecnologias substituem?
  60. Retenção de talentos: 9 hacks que você nunca imaginou que ajudariam a reter seus talentos
  61. Inteligência Artificial no Recrutamento: o que muda?
  62. Recrutamento e Seleção de líderes: devo usar uma empresa de R&S?
  63. Headhunters: o que são e como eles podem ajudar sua empresa
  64. Banco de talentos: 5 vantagens em contratar empresas de recrutamento
  65. Startup e Recrutamento pelos olhos de um grande investidor americano
  66. Recrutamento e Seleção na empresa: 5 motivos para otimizar
  67. Ferramentas de vendas: 7 para começar a usar agora!
  68. Gestão por competência: a prática que irá revolucionar a GP
  69. O que recrutar tem a ver com vender? | O processo seletivo e seu principal erro
  70. Processos seletivos – cases de sucesso: atração de talentos na Google e Ambev
  71. Softwares para o RH: os melhores para a sua empresa
  72. Como contratar bem? 10 erros para passar longe
  73. Talent Acquisition e Employer Brand em números
  74. Employer Branding e a influência do processo seletivo
  75. Recrutamento com tecnologia: as novas tecnologias e como isso afeta a sua área
  76. Diplomas versus talento: o que priorizar no recrutamento?
  77. RH em startups: quando é necessária uma área de RH?
  78. Budget de Recrutamento: O que incluir no recrutamento de marketing e vendas?
  79. Marketing e Vendas: como conseguir os melhores profissionais?
  80. Como avaliar candidatos em entrevistas feitas por videoconferência
  81. Retenção de Talentos: Como reter jovens talentos na sua empresa
  82. Como contratar um consultor de vendas usando simulação
  83. Livros para RH: 5 obras imprescindíveis para você
  84. Como Contratar Vendedores – O Guia Completo
  85. Customer Success: o Sucesso do Cliente em Foco
  86. Como Treinar e Rampar Times de Alta Performance
  87. Time de Vendas de Alta Performance
sexta-feira, março 22, 2019
  1. Endomarketing nas empresas: uma nova prática do RH estratégico
  2. O que é turnover: guia completo para reduzir a rotatividade
  3. Produtividade no trabalho: 9 dicas para produzir mais e melhor
  4. Atração e Retenção de Talentos: descubra como se destacar!
  5. Engajamento de equipes: como manter os colaboradores motivados?
  6. Indicadores de RH: o segredo para tornar seu RH estratégico
  7. [Case de Sucesso] De candidato a Head de CS e Recrutador
  8. Avaliação de desempenho por competências: faça ou perca talentos!
  9. Como analisar um currículo para sempre acertar nas contratações?
  10. Experiência do candidato: saiba como nunca mais perder talentos!
  11. Soft skills e Hard skills: você sabe qual é mais importante?
  12. Bem estar no trabalho: seus colaboradores estão MESMO felizes?
  13. ETALENT: 4 dicas para automatizar a operação e ter um DP estratégico
  14. RH estratégico: a tendência de mercado que você precisa conhecer
  15. Benefícios Trabalhistas válidos para o final do ano: quais são?
  16. Mau Recrutamento: conheça suas principais consequências
  17. HR Insights apresenta: Mark Roberge
  18. Contratar em marketing digital: como saber se um candidato tenta enrolar?
  19. Melhores estratégias de recrutamento e seleção
  20. Por que as pessoas trabalham?
  21. Produtividade na Empresa: o impacto da qualidade de vida dos funcionários
  22. Business partner: o que é e como você pode se preparar para assumir essa posição
  23. Recrutamento e Seleção: o que é? Do básico ao avançado
  24. Conteúdo prático e de alto nível para RHs que não se contentam em ser operacionais
  25. RH estratégico: fazendo sua carreira decolar!
  26. Porque o RH deve parar de responder ao CFO em 2019
  27. 7 sinais de que a sua empresa não faz os funcionários se sentirem valorizados
  28. Um guia de sustentabilidade para RHs que querem ser protagonistas no tema – Por Ricardo Voltolini
  29. Outplacement: o que é e como conduzir da melhor forma?
  30. Panorama de RH no Brasil busca gerar novas percepções para profissionais da área
  31. Empresas de headhunters: ajudam no recrutamento e…
  32. Seleção de pessoal: o que é, objetivos e diferença entre recrutamento
  33. Técnicas de Recrutamento e Seleção: como recrutar e selecionar no mercado de 2019?
  34. Como um plano de carreira pode motivar a sua equipe?
  35. Técnicas para uma boa gestão de pessoal: 7 dicas para uma gestão de sucesso
  36. Salário emocional: como motivar funcionários através da remuneração?
  37. Inteligência de mercado – saiba o que é e como identificar em um candidato
  38. Engajamento e colaboração na empresa
  39. [Vídeo] People.Tech – Gestão e Cultura Organizacional
  40. Recrutamento — o terceiro atributo crucial de uma startup
  41. Recrutamento em vendas e marketing: por que decidimos focar neles?
  42. Gestão de Pessoas: seis processos para você conhecer
  43. 6 Insights de profissionais que estão moldando um novo cenário de RH
  44. One to One
  45. Indicadores de recrutamento e seleção
  46. Curso soft skills
  47. People.Tech: Aquisição e Desenvolvimento de Talentos
  48. Ferramentas para RH gratuitas
  49. Como Identificar Talentos
  50. Recrutamento Online: o que é e vantagens
  51. Recrutamento e seleção de talentos: como conseguir os melhores?
  52. Redes sociais no recrutamento: como procurar ótimos profissionais online [Guest Post]
  53. Recrutamento externo: descubra suas vantagens e desvantagens!
  54. Tipos de Recrutamento: Interno, externo, misto ou online?
  55. Seleção por competências: O que é, benefícios e como fazer
  56. Recrutamento e seleção em quatro passos: Como funciona a área de Operações da TalentBrand (e porque ela é fundamental para os resultados)
  57. Feedback no processo seletivo: qual é a importância?
  58. Job description: passo a passo para elaborar
  59. Consultoria de RH – O que é e quais tecnologias substituem?
  60. Retenção de talentos: 9 hacks que você nunca imaginou que ajudariam a reter seus talentos
  61. Inteligência Artificial no Recrutamento: o que muda?
  62. Recrutamento e Seleção de líderes: devo usar uma empresa de R&S?
  63. Headhunters: o que são e como eles podem ajudar sua empresa
  64. Banco de talentos: 5 vantagens em contratar empresas de recrutamento
  65. Startup e Recrutamento pelos olhos de um grande investidor americano
  66. Recrutamento e Seleção na empresa: 5 motivos para otimizar
  67. Ferramentas de vendas: 7 para começar a usar agora!
  68. Gestão por competência: a prática que irá revolucionar a GP
  69. O que recrutar tem a ver com vender? | O processo seletivo e seu principal erro
  70. Processos seletivos – cases de sucesso: atração de talentos na Google e Ambev
  71. Softwares para o RH: os melhores para a sua empresa
  72. Como contratar bem? 10 erros para passar longe
  73. Talent Acquisition e Employer Brand em números
  74. Employer Branding e a influência do processo seletivo
  75. Recrutamento com tecnologia: as novas tecnologias e como isso afeta a sua área
  76. Diplomas versus talento: o que priorizar no recrutamento?
  77. RH em startups: quando é necessária uma área de RH?
  78. Budget de Recrutamento: O que incluir no recrutamento de marketing e vendas?
  79. Marketing e Vendas: como conseguir os melhores profissionais?
  80. Como avaliar candidatos em entrevistas feitas por videoconferência
  81. Retenção de Talentos: Como reter jovens talentos na sua empresa
  82. Como contratar um consultor de vendas usando simulação
  83. Livros para RH: 5 obras imprescindíveis para você
  84. Como Contratar Vendedores – O Guia Completo
  85. Customer Success: o Sucesso do Cliente em Foco
  86. Como Treinar e Rampar Times de Alta Performance
  87. Time de Vendas de Alta Performance

Sem dúvida, uma das missões mais difíceis de um profissional de RH é criar um engajamento de equipes duradouro. E não é para menos: de acordo com uma pesquisa realizada pelo Instituto Locomotiva, 56% dos trabalhadores formais brasileiros estão insatisfeitos com seus empregos.

Mas o que gera esses índices tão altos? E, mais importante, como evitá-los dentro da sua empresa? Atrás de responder essas duas perguntas capciosas, a Talentbrand elaborou este post. Confira!

Spoiler: temos uma surpresa no final para ajudá-lo a estruturar estratégias de engajamento para o seu time. 😉

Por que o engajamento de equipes é importante?

Estudos conduzidos pela Gallup, uma empresa americana de pesquisa de opinião, mostram que colaboradores engajados chegam a ter um rendimento 147% maior que aqueles que não estão.

Ou seja: a “crença” de que funcionários motivados trabalham melhor já foi comprovada como um fato.

É natural pensar que quando um profissional se sente conectado com o que faz e com a empresa na qual trabalha, ele está 100% comprometido com seu trabalho. E isso claramente vai se mostrar nos seus resultados.

Afinal, como motivar os colaboradores?

Agora que entendemos a importância do engajamento de equipes, vamos a parte mais desafiadora desse tópico: gerar e manter uma motivação nos seus colaboradores.

Evidentemente existem várias formas de aumentar a participação dos funcionários e o entrosamento entre times, mas aqui vamos cobrir 8 dicas fundamentais de como motivar seus colaboradores:

Comunique-se com clareza

Definir claramente quais são suas expectativas em relação à uma meta, tarefa ou colaborador (como profissional) é extremamente importante.

É difícil esperar motivação dos funcionários caso eles não tenham uma ideia clara de um projeto ou do seu plano de carreira.

Portanto, tente dar a maior quantidade de detalhes e ser o mais objetivo possível sobre a importância de alguma tarefa ou competência pedidas dele.

Seja consistente

Sabemos que cada colaborador é único e deve ser tratado conforme suas necessidades. Mas, ao mesmo tempo, é importante definir qual será seu approach e postura diante do seu time.

Isso porque um gestor inconsistente ou, pior ainda, que parece ter “preferência” por algum funcionário, certamente irá desengajar o time.

Demonstre que você se importa

Quem não gosta de se sentir importante e apoiado por alguém, não é mesmo?

Isso também se faz verdade no ambiente de trabalho, especialmente quando estamos falando sobre a relação gestor-gerido.

Gestores que se mostram disponíveis e sensíveis sobre as necessidades dos colaboradores sem dúvida alguma despertam sua empatia e vontade de fazer mais.

Empodere seu time

Quer saber o verdadeiro potencial dos seus colaboradores? Então dê autonomia a eles.

Deixar com que profissionais desempenhem papéis mais estratégicos e até toquem projetos sozinhos parece simples, mas não é uma tarefa fácil.

Para um gestor conseguir dar de fato a liberdade que um colaborador precisa para se desenvolver, ele deve apenas observar a distância, permitindo e tolerando, inclusive, eventuais erros.

Dê feedback construtivo

Ninguém gosta de críticas, muito menos das que não oferecem ajuda alguma.

Certamente os colaboradores vão, cedo ou tarde, precisar receber um feedback. Contudo, um gestor precisa fazer isso de forma leve e a mostrar que se importa.

Dica de ouro: quando estiver fornecendo um feedback, foque no trabalho, não na pessoa.

Elogie com frequência

Ah, elogios! Eles são provavelmente a parte mais importante, ao mesmo tempo que mais subestimada no engajamento de equipes.

Nunca ache que pequenas vitórias não precisam ser reconhecidas explicitamente ou que elogios são “demais”. Elogiar faz com que o colaborador sinta que seu trabalho importa!

Seja espontâneo e elogie deliberadamente seus funcionários, com certeza eles vão se sentir mais motivados.

Ofereça ajuda e treinamento

Vários estudos mostram que a principal fonte de motivação dos trabalhadores atualmente é o seu desenvolvimento como pessoa e como profissional. Por isso, é fundamental que um gestor entenda isso e se esforce para atender a essa necessidade.

Enfim, a moral da história é: quando um colaborador mostra dificuldade em realizar alguma tarefa, ajude-o!

Se você mesmo não consegue ensiná-lo a desenvolver alguma habilidade ou competência, treinamentos são outra ótima ferramenta para qualificar e ao mesmo tempo motivar colaboradores.

Recompense por bons resultados

Nesse momento muitos podem rolar os olhos e pensar “mas isso é óbvio”. Pois é, tão óbvio que muitas vezes diversos gestores esquecem de fazê-lo ou de colocar as recompensas em prática da forma certa.

Recompensas não precisam ser financeiras e muito menos apenas por resultados extraordinários. Se sua equipe ou um colaborador em específico gerou bons resultados, não deixe de reconhecê-lo, agradecê-lo e oferecer alguma “premiação” por isso.

Não se esqueça que recompensar pode ir de bônus financeiros, a um dia de folga, um curso, um almoço ou até um simples, mas sincero, “mandou muito bem! Obrigado”.

Os resultados esperados do engajamento de equipes

Às vezes é um pouco mais difícil de medirmos se nossas ações estão sendo realmente efetivas e gerando os resultados que esperamos. Mas, métricas são essenciais na construção de um RH estratégico.

Assim, é importante nos atentarmos aos principais sinais de que as práticas e estratégias que implementamos para engajar equipes estão funcionando.

De acordo com uma pesquisa de engajamento, os resultados de engajar uma equipe são principalmente os seguintes:

Benefícios esperados dentro do time:

  • Melhora no comprometimento, fidelidade (à empresa) e performance
  • Desenvolvimento das competências e habilidades dos colaboradores
  • Maior frequência e qualidade na sugestão de ideias
  • Maior sinergia e produtividade do time como um todo
  • Ambiente de trabalho mais positivo e produtivo

Benefícios individuais do engajamento de equipes:

  • Sentimento de realização pessoal e bem estar no trabalho
  • Aumento da satisfação e do entusiasmo com o trabalho
  • Sensação de “ser valorizado”
  • Satisfação e orgulho das metas individuais e coletivas batidas
  • Aumento de promoções e sucesso na carreira

Teste de engajamento de equipes

A importância e os resultados gerados com engajamento de equipes são simplesmente incontestáveis.

Entretanto, sabemos que essa não é uma tarefa fácil.

Sabemos que é difícil, no dia a dia, conseguirmos nos atentar e nos organizar para monitorar o quão engajada está nossa equipe.

Pensando nisso, elaboramos um teste com tudo que você precisa checar no seu time para fazer com que o engajamento e a sinergia entre seus colaboradores sejam garantidos.

Não perca tempo e faça o teste de engajamento de equipes agora!

Não deixe para amanhã o que você pode fazer hoje. Sua equipe pode estar mais desengajada do que você imagina.