1. Endomarketing nas empresas: uma nova prática do RH estratégico
  2. O que é turnover: guia completo para reduzir a rotatividade
  3. Produtividade no trabalho: 9 dicas para produzir mais e melhor
  4. Atração e Retenção de Talentos: descubra como se destacar!
  5. Engajamento de equipes: como manter os colaboradores motivados?
  6. Indicadores de RH: o segredo para tornar seu RH estratégico
  7. [Case de Sucesso] De candidato a Head de CS e Recrutador
  8. Avaliação de desempenho por competências: faça ou perca talentos!
  9. Como analisar um currículo para sempre acertar nas contratações?
  10. Experiência do candidato: saiba como nunca mais perder talentos!
  11. Soft skills e Hard skills: você sabe qual é mais importante?
  12. Bem estar no trabalho: seus colaboradores estão MESMO felizes?
  13. ETALENT: 4 dicas para automatizar a operação e ter um DP estratégico
  14. RH estratégico: a tendência de mercado que você precisa conhecer
  15. Benefícios Trabalhistas válidos para o final do ano: quais são?
  16. Mau Recrutamento: conheça suas principais consequências
  17. HR Insights apresenta: Mark Roberge
  18. Contratar em marketing digital: como saber se um candidato tenta enrolar?
  19. Melhores estratégias de recrutamento e seleção
  20. Por que as pessoas trabalham?
  21. Produtividade na Empresa: o impacto da qualidade de vida dos funcionários
  22. Business partner: o que é e como você pode se preparar para assumir essa posição
  23. Recrutamento e Seleção: o que é? Do básico ao avançado
  24. Conteúdo prático e de alto nível para RHs que não se contentam em ser operacionais
  25. RH estratégico: fazendo sua carreira decolar!
  26. Porque o RH deve parar de responder ao CFO em 2019
  27. 7 sinais de que a sua empresa não faz os funcionários se sentirem valorizados
  28. Um guia de sustentabilidade para RHs que querem ser protagonistas no tema – Por Ricardo Voltolini
  29. Outplacement: o que é e como conduzir da melhor forma?
  30. Panorama de RH no Brasil busca gerar novas percepções para profissionais da área
  31. Empresas de headhunters: ajudam no recrutamento e…
  32. Seleção de pessoal: o que é, objetivos e diferença entre recrutamento
  33. Técnicas de Recrutamento e Seleção: como recrutar e selecionar no mercado de 2019?
  34. Como um plano de carreira pode motivar a sua equipe?
  35. Técnicas para uma boa gestão de pessoal: 7 dicas para uma gestão de sucesso
  36. Salário emocional: como motivar funcionários através da remuneração?
  37. Inteligência de mercado – saiba o que é e como identificar em um candidato
  38. Engajamento e colaboração na empresa
  39. [Vídeo] People.Tech – Gestão e Cultura Organizacional
  40. Recrutamento — o terceiro atributo crucial de uma startup
  41. Recrutamento em vendas e marketing: por que decidimos focar neles?
  42. Gestão de Pessoas: seis processos para você conhecer
  43. 6 Insights de profissionais que estão moldando um novo cenário de RH
  44. One to One
  45. Indicadores de recrutamento e seleção
  46. Curso soft skills
  47. People.Tech: Aquisição e Desenvolvimento de Talentos
  48. Ferramentas para RH gratuitas
  49. Como Identificar Talentos
  50. Recrutamento Online: o que é e vantagens
  51. Recrutamento e seleção de talentos: como conseguir os melhores?
  52. Redes sociais no recrutamento: como procurar ótimos profissionais online [Guest Post]
  53. Recrutamento externo: descubra suas vantagens e desvantagens!
  54. Tipos de Recrutamento: Interno, externo, misto ou online?
  55. Seleção por competências: O que é, benefícios e como fazer
  56. Recrutamento e seleção em quatro passos: Como funciona a área de Operações da TalentBrand (e porque ela é fundamental para os resultados)
  57. Feedback no processo seletivo: qual é a importância?
  58. Job description: passo a passo para elaborar
  59. Consultoria de RH – O que é e quais tecnologias substituem?
  60. Retenção de talentos: 9 hacks que você nunca imaginou que ajudariam a reter seus talentos
  61. Inteligência Artificial no Recrutamento: o que muda?
  62. Recrutamento e Seleção de líderes: devo usar uma empresa de R&S?
  63. Headhunters: o que são e como eles podem ajudar sua empresa
  64. Banco de talentos: 5 vantagens em contratar empresas de recrutamento
  65. Startup e Recrutamento pelos olhos de um grande investidor americano
  66. Recrutamento e Seleção na empresa: 5 motivos para otimizar
  67. Ferramentas de vendas: 7 para começar a usar agora!
  68. Gestão por competência: a prática que irá revolucionar a GP
  69. O que recrutar tem a ver com vender? | O processo seletivo e seu principal erro
  70. Processos seletivos – cases de sucesso: atração de talentos na Google e Ambev
  71. Softwares para o RH: os melhores para a sua empresa
  72. Como contratar bem? 10 erros para passar longe
  73. Talent Acquisition e Employer Brand em números
  74. Employer Branding e a influência do processo seletivo
  75. Recrutamento com tecnologia: as novas tecnologias e como isso afeta a sua área
  76. Diplomas versus talento: o que priorizar no recrutamento?
  77. RH em startups: quando é necessária uma área de RH?
  78. Budget de Recrutamento: O que incluir no recrutamento de marketing e vendas?
  79. Marketing e Vendas: como conseguir os melhores profissionais?
  80. Como avaliar candidatos em entrevistas feitas por videoconferência
  81. Retenção de Talentos: Como reter jovens talentos na sua empresa
  82. Como contratar um consultor de vendas usando simulação
  83. Livros para RH: 5 obras imprescindíveis para você
  84. Como Contratar Vendedores – O Guia Completo
  85. Customer Success: o Sucesso do Cliente em Foco
  86. Como Treinar e Rampar Times de Alta Performance
  87. Time de Vendas de Alta Performance
sexta-feira, março 22, 2019
  1. Endomarketing nas empresas: uma nova prática do RH estratégico
  2. O que é turnover: guia completo para reduzir a rotatividade
  3. Produtividade no trabalho: 9 dicas para produzir mais e melhor
  4. Atração e Retenção de Talentos: descubra como se destacar!
  5. Engajamento de equipes: como manter os colaboradores motivados?
  6. Indicadores de RH: o segredo para tornar seu RH estratégico
  7. [Case de Sucesso] De candidato a Head de CS e Recrutador
  8. Avaliação de desempenho por competências: faça ou perca talentos!
  9. Como analisar um currículo para sempre acertar nas contratações?
  10. Experiência do candidato: saiba como nunca mais perder talentos!
  11. Soft skills e Hard skills: você sabe qual é mais importante?
  12. Bem estar no trabalho: seus colaboradores estão MESMO felizes?
  13. ETALENT: 4 dicas para automatizar a operação e ter um DP estratégico
  14. RH estratégico: a tendência de mercado que você precisa conhecer
  15. Benefícios Trabalhistas válidos para o final do ano: quais são?
  16. Mau Recrutamento: conheça suas principais consequências
  17. HR Insights apresenta: Mark Roberge
  18. Contratar em marketing digital: como saber se um candidato tenta enrolar?
  19. Melhores estratégias de recrutamento e seleção
  20. Por que as pessoas trabalham?
  21. Produtividade na Empresa: o impacto da qualidade de vida dos funcionários
  22. Business partner: o que é e como você pode se preparar para assumir essa posição
  23. Recrutamento e Seleção: o que é? Do básico ao avançado
  24. Conteúdo prático e de alto nível para RHs que não se contentam em ser operacionais
  25. RH estratégico: fazendo sua carreira decolar!
  26. Porque o RH deve parar de responder ao CFO em 2019
  27. 7 sinais de que a sua empresa não faz os funcionários se sentirem valorizados
  28. Um guia de sustentabilidade para RHs que querem ser protagonistas no tema – Por Ricardo Voltolini
  29. Outplacement: o que é e como conduzir da melhor forma?
  30. Panorama de RH no Brasil busca gerar novas percepções para profissionais da área
  31. Empresas de headhunters: ajudam no recrutamento e…
  32. Seleção de pessoal: o que é, objetivos e diferença entre recrutamento
  33. Técnicas de Recrutamento e Seleção: como recrutar e selecionar no mercado de 2019?
  34. Como um plano de carreira pode motivar a sua equipe?
  35. Técnicas para uma boa gestão de pessoal: 7 dicas para uma gestão de sucesso
  36. Salário emocional: como motivar funcionários através da remuneração?
  37. Inteligência de mercado – saiba o que é e como identificar em um candidato
  38. Engajamento e colaboração na empresa
  39. [Vídeo] People.Tech – Gestão e Cultura Organizacional
  40. Recrutamento — o terceiro atributo crucial de uma startup
  41. Recrutamento em vendas e marketing: por que decidimos focar neles?
  42. Gestão de Pessoas: seis processos para você conhecer
  43. 6 Insights de profissionais que estão moldando um novo cenário de RH
  44. One to One
  45. Indicadores de recrutamento e seleção
  46. Curso soft skills
  47. People.Tech: Aquisição e Desenvolvimento de Talentos
  48. Ferramentas para RH gratuitas
  49. Como Identificar Talentos
  50. Recrutamento Online: o que é e vantagens
  51. Recrutamento e seleção de talentos: como conseguir os melhores?
  52. Redes sociais no recrutamento: como procurar ótimos profissionais online [Guest Post]
  53. Recrutamento externo: descubra suas vantagens e desvantagens!
  54. Tipos de Recrutamento: Interno, externo, misto ou online?
  55. Seleção por competências: O que é, benefícios e como fazer
  56. Recrutamento e seleção em quatro passos: Como funciona a área de Operações da TalentBrand (e porque ela é fundamental para os resultados)
  57. Feedback no processo seletivo: qual é a importância?
  58. Job description: passo a passo para elaborar
  59. Consultoria de RH – O que é e quais tecnologias substituem?
  60. Retenção de talentos: 9 hacks que você nunca imaginou que ajudariam a reter seus talentos
  61. Inteligência Artificial no Recrutamento: o que muda?
  62. Recrutamento e Seleção de líderes: devo usar uma empresa de R&S?
  63. Headhunters: o que são e como eles podem ajudar sua empresa
  64. Banco de talentos: 5 vantagens em contratar empresas de recrutamento
  65. Startup e Recrutamento pelos olhos de um grande investidor americano
  66. Recrutamento e Seleção na empresa: 5 motivos para otimizar
  67. Ferramentas de vendas: 7 para começar a usar agora!
  68. Gestão por competência: a prática que irá revolucionar a GP
  69. O que recrutar tem a ver com vender? | O processo seletivo e seu principal erro
  70. Processos seletivos – cases de sucesso: atração de talentos na Google e Ambev
  71. Softwares para o RH: os melhores para a sua empresa
  72. Como contratar bem? 10 erros para passar longe
  73. Talent Acquisition e Employer Brand em números
  74. Employer Branding e a influência do processo seletivo
  75. Recrutamento com tecnologia: as novas tecnologias e como isso afeta a sua área
  76. Diplomas versus talento: o que priorizar no recrutamento?
  77. RH em startups: quando é necessária uma área de RH?
  78. Budget de Recrutamento: O que incluir no recrutamento de marketing e vendas?
  79. Marketing e Vendas: como conseguir os melhores profissionais?
  80. Como avaliar candidatos em entrevistas feitas por videoconferência
  81. Retenção de Talentos: Como reter jovens talentos na sua empresa
  82. Como contratar um consultor de vendas usando simulação
  83. Livros para RH: 5 obras imprescindíveis para você
  84. Como Contratar Vendedores – O Guia Completo
  85. Customer Success: o Sucesso do Cliente em Foco
  86. Como Treinar e Rampar Times de Alta Performance
  87. Time de Vendas de Alta Performance

Com o passar dos anos, a relação que as pessoas estabelecem com o trabalho vem mudando: pode até soar como uma frase clichê, mas as tendências do mercado provam que de fato as expectativas dos colaboradores em relação às empresas já não diz mais respeito apenas aos ganhos financeiros. Mas, então, por que as pessoas trabalham?

No dia a dia de um profissional de RH, é de imensa relevância conseguir reconhecer quais são os desejos e as necessidades dos funcionários. É natural que gerações diferentes tenham ideais de trabalho diferente. Por isso, a Talentbrand escreveu um artigo para orientá-los sobre o que as pessoas procuram atualmente no seu trabalho e vida, num geral.

A importância do trabalho na vida das pessoas

Apesar do trabalho ser, em tese, apenas uma atividade remunerada, cada vez mais ouvimos as pessoas dizendo que querem trabalhar com algo que amam. O fato de passarmos a maior parte do nosso dia na nossa empresa já é motivo suficiente para querermos conciliar trabalho e vida pessoal.

Obviamente não estamos falando que o ideal é ser um irremediável workaholic. Tão crucial quanto gostar do seu emprego e da empresa na qual você trabalha, também é ter seus momentos de descanso e lazer. Isso porque se um colaborador tem uma vida saudável física, emocional e psicologicamente, já é sabido que ele se sentirá mais satisfeito e irá desempenhar melhor.

Uma grande mudança nesse cenário é: hoje os funcionários buscam numa empresa valores que se alinham aos seus, ou seja, preferem trabalhar num lugar onde há fit cultural. Isso, muitas vezes, é tido como prioritário em detrimento à remuneração.

Ainda assim, a pergunta permanece: por que as pessoas trabalham? Como determinar os principais elementos que ditam a motivação de um funcionário? E, por que um fit cultural é tão importante para eles?

Viés psicológico: afinal, o que nos leva a trabalhar?

Afinal, por que as pessoas trabalham? Por que nós nos forçamos a sair da cama cedo, mesmo em dias em que não queremos?

Você pode responder com certa convicção: oras, porque precisamos de dinheiro para nos sustentarmos. Mas será que pessoas que são de fato felizes com seu trabalho pensam assim?

Bom, aparentemente não. De acordo com o psicólogo Barry Schwartz, profissionais satisfeitos se conectam com seu trabalho. Eles estão, na maior parte do tempo, emocionalmente engajados às suas atribuições.

Ou seja, pessoas profissionalmente realizadas tendem a de fato gostarem do que fazem e, para além disso, sentem-se desafiadas a melhorarem cada vez mais.

Assim, com essa dose de afeto, misturada com desafios para a melhora contínua, desejo de interações sociais e sensação de propósito, as pessoas desejam trabalhar.

Quer entender melhor o viés psicológico por trás de por que as pessoas trabalham? Schwartz, além de famosíssimo, deixa sua teoria muito acessíveis ao público. O psicólogo gravou alguns TEDs e até publicou um livro sobre por que trabalhamos.

Como definir de forma mais objetiva por que as pessoas trabalham?

Por se tratar de um assunto muito subjetivo e variável, é natural que seja difícil ser assertivo na hora de estipular pilares mais sólidos do que motiva os funcionários. Pensando nisso, separamos uma pesquisa feita por Richard Florida, com mais de 20.000 profissionais no mundo inteiro, que resultou em uma lista de 7 coisas que mais estimulam as pessoas no trabalho:

Desafios e responsabilidades

A nova geração de colaboradores querem realizar atividades que condizem com seus gostos. Não só isso: um cargo no qual ele é encarregado de uma mesma atividade com um nível invariável de dificuldade é um dos seus pesadelos.

Basicamente, os funcionários hoje procuram desafios nas funções que já gostam de desempenhar, além de apreciarem desempenhar funções estratégicas para empresa.

Flexibilidade

O tempo em que o funcionário apenas obedecia a decisões e rotinas pré-estabelecidas já ficou para trás. O que os colaboradores buscam hoje é uma maior flexibilidade e autonomia. A liberdade para opinar, ter a possibilidade de escolher seu horário de trabalho e escolher as roupas que usam são alguns dos elementos mais procurados. Conseguir ter mais facilidade para conciliar o trabalho e a vida pessoal é um elemento chave no atual mercado.

Ambiente estável de trabalho

Apesar de ser um item “clássico”, evidentemente os colaboradores ainda apreciam ter uma estabilidade na sua rotina. Afinal, trabalhar num local desorganizado, no qual cada dia ele terá que desempenhar uma função, não soa muito atrativo, certo?

Dinheiro/remuneração

Sim, isso ainda é um fator importante! Apesar da remuneração não ser o único, nem o principal fator que define a satisfação de um colaborador.

Entretanto, isso não o torna pouco importante. É claro que receber um salário muito abaixo da média ou distante das competências de um funcionário o deixará desmotivado e insatisfeito.

Desenvolvimento Pessoal

A relação entre empresa e colaborador mudou, isso já é claro. Uma das principais mudanças é o sentimento do funcionário de que a empresa deve ajudá-lo a se desenvolver não só num plano de carreira, mas como um profissional. Treinamentos fazem parte dos benefícios mais cotados atualmente.

Reconhecimento

Um dos fatores chave para manter um colaborador em uma empresa. Na geração de funcionários atual, o reconhecimento tornou-se não um “critério bônus”, mas mandatório! Grandes talentos querem se sentir valorizados pelo que fazem.

Cultura da empresa

Como mencionado acima, um fit cultural é extremamente importante atualmente para contratação e retenção de funcionários . Basicamente, para um colaborador, é muito mais interessante trabalhar que acredita no que ele acredita.

Considerações Finais: por que as pessoas trabalham?

Para profissionais de RH, há um papel chave em entender o que move seus colaboradores, por que as pessoas trabalham. Isso porque, somos responsáveis em proporcionar motivação e satisfação aos funcionários. Entendendo o que eles valorizam em seu trabalho, será muito mais fácil chegarmos a esse objetivo.

Gostaria de entender de forma muito mais completa o porquê das pessoas trabalharem? Baseados em pesquisas na área de RH, fizemos um ebook extremamente detalhado respondendo à essa pergunta.

Quer ter acesso a esse material e descobrir de uma vez por todas por que as pessoas trabalham? Baixe o ebook aqui!